Setor de Turismo registra crescimento de 21,8% em maio na cidade de São Paulo

0

O Índice Mensal da Atividade do Turismo (IMAT) registrou em maio que a cidade de São Paulo teve um aumento de 21,8% em comparação com o mês de abril no setor de Turismo. Em relação ao mesmo mês do ano passado, a atividade turística está 68,9% maior. O levantamento é realizado pelo Observatório do Turismo e Eventos (OTE) da Prefeitura e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio), considerando tanto as atividades dos empresários da área quanto dos consumidores.

“A Prefeitura de São Paulo está atenta a este novo momento da cidade e prepara um plano de retomada econômica, a ser lançado em breve. O objetivo é impulsionar ainda mais esse movimento pós-flexibilização que atrai turistas domésticos em busca de viagens mais curtas. Já identificamos um crescimento nas atividades com a reabertura do setor de comércio e serviços, dos espaços culturais e demais atrativos turísticos, sempre respeitando protocolos de segurança e capacidade máxima permitida, mas precisamos avançar ainda mais”, explica a secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Aline Cardoso.

Segundo a secretária, a reto mada econômica impulsionará também o ecoturismo. “Teremos muita procura por atividades ao ar livre e a cidade de São Paulo oferece este tipo de lazer por meio de seus parques e reservas ambientais”, afirma Aline Cardoso.

Evolução

A expansão da atividade turística também foi registrada por meio da arrecadação do Imposto sobre Serviços no grupo dos 13 (que concentra as atividades do turismo como hotéis, pousadas, albergues, passeios e execursões). Em maio deste ano, o montante foi 30,1% maior, se comparado ao mesmo período em 2020. O acumulado para o intervalo de janeiro a maio de 2021 é 60,8% menor que a mesma época de 2019 e 51,0% menor que o mesmo período de 2020.

O deslocamento de turistas por meio de aeroportos ou transporte rodoviário também apresentou evolução. O fluxo total nos três principais aeroportos de São Paulo – Guarulhos, Congonhas e Viracopos – apresentou crescimento de 382,5% em maio. Em comparação com o mês anterior, o incremento foi de 33,6%. Nas rodoviárias paulistanas – Tietê, Barra Funda e Jabaquara – também houve registro de aumento significativo de 238,1% se comparado a maio de 2020 e 35,7% com relação a abril de 2021.

Embora a atividade atual do turismo na cidade esteja 20% abaixo do apurado no final do ano passado e 53% inferior do pré-pandemia, o início de recuperação é considerado um ótimo sinal aos empresários, confirmando a tendência e possibilitando imaginar um cenário mais promissor.