Lazer

Teatro é destaque na Fábrica de Cultura Jaçanã, na próxima semana

As Aventuras de Tantantópolis

Sabe a expressão “abrir a caixa de Pandora”? A origem remonta aos deuses gregos, em que o item não poderia ser aberto, já que continha todos os males do mundo. É para ficar “tan-tan”! E é mais ou menos isso que acontece em As Aventuras de Tantantópolis (foto acima). A peça mostra um personagem que trabalha em um departamento mágico. Ali, a desobediência, violência e a falta de educação estão presas em uma caixa que jamais pode ser aberta. Porém, a curiosidade dos trabalhadores é maior, e a caixa é aberta por engano. Está instalada a confusão! Quarta-feira (16/5), às 15h. Grátis.

Mahommah Gardo Baquaqua

A peça mostra a biografia de um africano escravizado no Brasil. Baquaqua lançou sua autobiografia em 1854, depois de fugir para o Haiti. Na peça, a história mostra o filho de um importante comerciante da África Ocidental, onde hoje está o Benin. Aprendeu a ler, estudou matemática, mas foi aprisionado nos navios negreiros para ser escravizado aqui. Sexta-feira e sábado (18, 19, 25 e 26/5), às 15h. Grátis.

Contorcenando

Circo e teatro juntos em uma apresentação que mostra as semelhanças entre as pessoas e a invisibilidade do ser humano nas grandes cidades. Em meio ao caos e cabeças baixadas vidradas em smartphones, estamos ligados e conectados, mas cada vez mais distantes. O show Contorcenando, do Grupo Sociedade Anônima mostra que é preciso muito contorcionismo para abordar e questionar temas que precisam ser discutidos. Domingo (27/5), às 15h. Grátis.

Fábrica de Cultura Jaçanã
Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138
Fone: 2249-8010



Topo