Games

The Clocker

Agora, para consoles. Jogo é um puzzle diferente e cheio de magia

A princípio, The Clocker é um game com narrativa dramática e bastante interessante, visto que enquanto o mundo estava preso na brecha cinzenta das linhas do tempo, só o pai da personagem, o relojoeiro, possuía a chave para mudar isto tudo: um relógio de bolso que afeta o tempo. Porém, o poder misterioso criou uma barreira intransponível entre o pai e a filha. E então começamos querer entender se ambos vão poder se reencontrarem outra vez.

O quebra-cabeças acontece enquanto o jogador viaja no tempo. Inteligentemente, temos de pausar o tempo e reorganizar a ordem dos eventos para reunir pai e filha. Enquanto o pai procura um caminho de volta para a filha, ele precisa superar obstáculos e abrir um caminho claro. Para fazer isso, ele usa seu relógio de bolso mágico em um game bastante desafiador, ampliando habilidades de pensamento analítico e criativo.

Lançado no Steam após 2,5 anos de crowdfunding, o Clocker é mesmo repleto de puzzles que o obrigam a refletir sobre como um evento leva a outro e como as coisas – no jogo ou na vida real – podem ser muito diferentes, mesmo se houver apenas um único segundo de atraso.


Rafael Poliszuk é jornalista e trabalhou por mais de uma década com automobilismo real. Ou seja, nas pistas!

Tudo porque quando criança era fascinado por jogos do gênero. Com o reencontro da paixão digital, começou o projeto do qual surgiu a Poliszuk Relações Públicas, com experiência no site EuroGamer Brasil, Jornal SP Norte e outras mídias, onde desenvolve promoções e eventos. Agora, com a Zuk Experience, o jornalista prepara uma nova experiência. Aperte o play!  E-mail: rafael@poliszuk.com.br – Site: poliszuk.com.br




Warning: A non-numeric value encountered in /home/jornalspnorte/www/wp-content/themes/jornalspnorte/footer.php on line 3
Topo