TikTok: a polêmica rede social que vem conquistando os jovens

0
238

Nos últimos dias, a rede social chinesa TikTok saiu das páginas de tecnologia para virar assunto de política externa. Isso porque o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou no último sábado (1º) que a rede social será banida do país.

Para quem ainda não conhece, o TikTok é uma plataforma que reúne vídeos rápidos e engraçados. A rede social virou febre entre os jovens do mundo inteiro e muitos dos vídeos são compartilhados em outras plataformas, como Instagram, Facebook e Whatsapp. Atualmente, a rede social conta com 2 bilhões de download no mundo.

A justificativa da decisão do presidente dos EUA é que a plataforma vem “roubando e transmitindo dados dos usuários de maneira clandestina e não autorizada”. A empresa nega.

Um episódio recente de ‘uso de dados’ aconteceu em 2016,  quando a empresa Cambridge Analytica comprou dados de usuários do Facebook para direcionar propagandas políticas. Segundo especialistas, a prática foi determinante para a eleição presidencial de Donald Trump.

Na ocasião, o presidente da empresa Facebook, Mark Zundenberg, admitiu que empresas usaram os dados para dos usuários para fins eleitorais. O CEO prometeu que irá melhorar a segurança dos dados dos usuários das redes sociais.

Como funciona o TikTok

Um dos fatores que fez a rede social ganhar bastante destaque são as recompensas em dinheiro. Quando o usuário atinge a marca de 1 mil seguidores, fica permitido fazer transmissões ao vivo para seus fãs, além de aceitar presentes digitais que podem ser trocados por dinheiro.

Além dos vídeos, o TikTok também permite troca de mensagem entre os usuários.

Para quem está começando na plataforma, uma das formas mais fáceis de viralizar é aceitando os “Challenge” (desafios). Normalmente, esses desafios envolvem dançar ou fazer alguma pegadinha.

Foto: Kon Karampelas / Pixabay