Histórias

Tremembé celebra 129 anos no próximo dia 10

Palco de muitas histórias, o Tremembé completa, no próximo dia 10 de novembro, 129 anos de existência. A região é conhecida pelos moradores por carregar importantes acontecimentos históricos e por abrigar uma grande área verde da Cantareira.

Uma das figuras importantes para o bairro de Tremembé é a poetiza e professora Noemi Carvalho, coordenadora do Sarau Lítero-Musical que acontece na Casa de Cultura Tremembé. Seu amor pela região resultou em um poema chamado “Tremembé em três tempos”, onde ela exalta as belezas e características deste bairro centenário.

O Sarau que a professora organiza é uma referência para a cidade de São Paulo, nele surgiram importantes nomes da cultura, como o da cantora Dandara Modesto. Também passaram por lá figuras relevantes como a cantora Teresa Pitto, o artista Cesar Magalhães Borges, o ator Adílio, a artista Maria Salete de Lima e, claro, seu amigo, cantor, compositor, ator, cordelista e dono de uma voz marcante, Eufra Modesto.

Noemi também é escritora e autora de dois livros de poesia, sendo que o primeiro foi um “exercício de exorcismo” como ela conta. A poetiza revela que pretende continuar à frente do sarau até quando a saúde lhe permitir. O evento ocorre todo último sábado do mês e é aberto à artistas e aos amantes da cultura.

Com mais de 100 anos de história, o bairro do Tremembé possui importantes equipamentos de cultura, lazer e até religioso para a zona norte. Confira alguns deles:

Casa de Cultura Tremembé

No mesmo prédio funcionava a Escola Estadual Arnaldo Batista, que atualmente está localizada logo atrás do antigo endereço. Em 2013 a Casa de Cultura Tremembé iniciou com uma programação diversificada, atividades para todas as idades e gostos culturais, além de eventos. Atualmente a casa oferece mais de 20 oficinas gratuitas e promove diversos eventos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Paróquia São Pedro Apóstolo de Tremembé

A Paróquia de São Pedro Apóstolo, criada em primeiro de dezembro de 1926, é a 25ª em ordem cronológica da Arquidiocese de São Paulo. Em 1914 o prédio da igreja já estava sendo  construído, graças ao esforço de muitas pessoas, entre elas, Eduardo Vicente de Azevedo, sua mulher, Elisa Vidigal, João Franco e Manoel Moraes Pontes.

A igreja elege como padroeiro São Pedro, em homenagem a Pedro Vicente de Azevedo, que era marido de Maria Amália Lopes de Azevedo, que leva o nome da mais importante via do bairro.

Clube Atlético Tremembé

Ao pé da Serra da Cantareira funciona o Clube Atlético Tremembé. Sua origem data de 1918 com os amantes do futebol na Zona Norte. No entanto, sua fundação oficial está registrada em 1941. A partir dessa data, o clube firmou-se como saudável centro esportivo, badalado por varias gerações das mesmas famílias.

Horto Florestal

Referência na zona norte, o Horto Florestal foi criado em 1896 sendo a primeira área de conservação efetivamente implantada no Estado de São Paulo. Em 1993, a unidade passou a denominar-se Parque Estadual Alberto Löfgren, em homenagem ao naturalista e cientista sueco, fundador do Instituto Florestal e criador do parque.

O Horto tem uma grande importância para São Paulo, principalmente para a zona norte, com sua extensa área de vegetação nativa. Há lagos e bicas d’água potável que brotam de seu solo, além de espaços para práticas esportivas, piqueniques e caminhada. Fazem parte da paisagem do Parque o Museu Florestal Octávio Vecchi, o Palácio de Verão do Governador e a estátua de São João Gualberto, protetor das florestas do Estado de São Paulo.

Lions Clube Tremembé

Fundado em 27 de setembro de 1968, o Lions Clube Tremembé atua na proteção ao meio ambiente, principalmente por conta de sua localização próxima à Serra da Cantareira. Na saúde, o Clube realiza feiras anuais, nas quais atende cerca de 500 pessoas com testes de pressão arterial, diabetes, audição, entre outros. Consultas médicas que envolvem casos graves são encaminhadas para hospitais da região. O fornecimento de cadeiras de rodas e óculos e lentes também fazem parte das ações humanitárias do Lions.

Fundação Gol de Letra

Criada em 1998 e reconhecida pela Unesco como modelo mundial no apoio às crianças em situação de vulnerabilidade social, a Fundação Gol de Letra atua na Vila Albertina (SP) e no Caju (RJ), trabalhando com os conceitos de educação integral e esporte educacional. Ao longo de 20 anos de história, o projeto dos tetracampeões mundiais de futebol Raí e Leonardo atendeu mais de 15 mil pessoas.

História

A maior parte das terras do Tremembé pertencia a Pedro Vicente de Azevedo (1844-1902). Ele era dono de uma grande fazenda que margeava o Córrego do Tremembé e foi uma das primeiras propriedades divididas no fim do século XIX e início do século XX. O fazendeiro era casado com Dona Maria Amália Lopes de Azevedo.

Por estar distante do centro de São Paulo, Tremembé ficava isolado e a única forma de acessar a região era pela linha de trem “Tramway da Cantareira”. O ramal servia para auxiliar na construção dos reservatórios de água da cidade. A Estação Tremembé era a penúltima e ficava antes da Estação Cantareira. A operação da linha de trem foi encerrada em 1964.



Topo