Unesp passa a emitir diploma digital com QR Code para graduação

0

Todos os cursos de graduação da Universidade Estadual Paulista (Unesp) passarão a emitir a partir desta sexta-feira, 23 de abril, diplomas digitais para os estudantes que concluírem suas graduações. O novo sistema vai propiciar maior celeridade na entrega dos diplomas para os formandos.

O diploma digital é aquele que tem existência, emissão e armazenamento inteiramente no meio digital e cuja validade jurídica é garantida mediante a assinatura com certificação digital e carimbo de tempo na Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil), conforme os parâmetros do Padrão Brasileiro de Assinaturas Digitais (PBAD).

Entre as universidades estaduais brasileiras, a Unesp está entre as pioneiras na adoção de um sistema para emissão de diplomas em formato digital alinhado às diretrizes do Ministério da Educação (MEC), publicadas inicialmente em abril de 2018.

Tal alinhamento garante o atendimento aos princípios de autenticidade, integridade, confiabilidade, não-repúdio, irretratabilidade, disponibilidade, rastreabilidade e validade jurídica exigidos para a expedição e o registro de um diploma digital, além de permitir uma uniformidade com o sistema que obrigatoriamente passará a ser usado por todas as universidades federais brasileiras.

Como já ocorre na emissão de outros documentos públicos, tais como nas notas fiscais eletrônicas, os estudantes da Unesp receberão o diploma no formato XML (Extensible Markup Language) com uma Representação Visual do Diploma Digital (RVDD).

Esta representação segue layout similar aos diplomas físicos atualmente emitidos pela Universidade e contém dois mecanismos que garantem que aquele documento é verdadeiro: um código de validação e um código de barras bidimensional, mais conhecido como QR Code (Quick Response Code).

Tradição mantida

Os estudantes que desejarem imprimir o diploma digital para enquadrá-lo, um dos hábitos mais consagrados no meio acadêmico, poderão fazê-lo no papel e no formato que desejarem utilizando infraestrutura própria, fora da Universidade. A verificação de autenticidade do diploma poderá ser feita pelo site unesp.br/diploma.

Nesta fase de transição do diploma físico para o diploma digital, as Seções Técnicas de Graduação ou as Seções Técnicas de Apoio Acadêmico das Unidades Universitárias poderão, a pedido do estudante, solicitar à Secretaria Geral a primeira impressão da Representação Visual do Diploma Digital.

Além do incremento na produtividade, o diploma digital deve gerar economia à Universidade. Em uma estimativa inicial feita pela Universidade Federal de Santa Catarina, levando em conta a cadeia dos custos envolvidos em sua confecção, um diploma físico custa mais de R$ 300, enquanto o documento em sua versão digital tem um custo de produção estimado em um pouco menos de R$ 100.