WhatsApp vai limitar mensagens de quem não aceitar nova política de privacidade

0

O Whatsapp informou que o usuário do aplicativo que não aceitar a nova política de privacidade, que entrará em vigor no dia 15 de maio, não poderá enviar ou receber mensagens. A pessoa poderá somente receber ligações e notificações “por um breve período”.

A conta não será apagada e as pessoas ainda poderão concordar com os novos termos após a data de vigência.

A mudança na política de privacidade passou a ser comunicada no início do ano e prevê o compartilhamento de novos dados com o Facebook. De acordo com o WhatsApp, as novidades valem somente para conversas com empresas.

A emprensa afirma que todas as mensagens são criptografadas de ponta a ponta, o que significa que somente o remetente e destinatário podem ver a mensagem.

Os WhatApp garante que não mantém registros sobre com quem os usuários estão conversando e que não compartilha listas de contatos com o Facebook.

Porém, a nova política de privacidade deixa de garantir a proteção da criptografia em conversas com contas comerciais, aquelas usadas por empresas.

A nova política de privacidade do WhatsApp prevê ainda  a coleta de dados que não estavam presentes na versão anterior do documento, como carga da bateria, operadora de celular, força do sinal da operadora e identificadores do Facebook, Messenger e Instagram que permitem cruzar dados de um mesmo usuário nas três plataformas.

O aplicativo não explica qual é a finalidade da coleta desses dados.