Zona Norte recebe projeto Cozinhando Pela Vida, que produz marmitas para moradores de rua

0

A partir desta segunda-feira (17), os bairros Vila Guilherme, Jaçanã, Jardim Tremembé e Vila Maria, localizados na Zona Norte de São Paulo, passam a receber o Cozinhando Pela Vida, projeto da Prefeitura que produz, diariamente, milhares de marmitas para pessoas que vivem em situação de rua.

A iniciativa teve início em julho, e atualmente produz 600 refeições diárias. Com as novas unidades, passará a entregar 2,4 mil marmitas.  Para a ampliação, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho contratou duas novas entidades: Asbem – Associação do Bem-Estar Social da Zona Norte e ISS – Instituto Inovação Sustentável.

Cada refeição, distribuída gratuitamente, tem 500 gramas e é composta de uma dieta balanceada e nutritiva com arroz branco, feijão carioca, carne vermelha moída, legumes, macarrão e salada, além de uma fruta de sobremesa. As duas novas entidades entregarão as marmitas todos os dias da semana em pontos fixos durante o horário do almoço e jantar.

“A experiência que tivemos no mês de julho e na primeira quinzena de agosto com as duas primeiras entidades vinculadas ao programa foi bastante satisfatória e mostrou que o projeto é eficiente. A partir disso, decidimos credenciar duas entidades que se inscreveram no edital do Cozinhando pela Vida, justamente para ampliarmos a produção e aumentar o número de pessoas atendidas pela iniciativa, reduzindo a fome e os impactos da crise do coronavírus na cidade”, destaca a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

Além da Zona Norte, o projeto também funciona nas zonas oeste e central da cidade.