Gastronomia

No dia da “loira”, descubra como harmonizar a bebida com diferentes pratos

Toda primeira sexta-feira de agosto comemora-se o Dia Internacional da Cerveja. Neste ano, a data será celebrada no dia 5. A data foi criada na mesa de um bar na Califórnia, em 2007, por quatro amigos para celebrar a bebida. Desde então, popularizou-se e passou a integrar o calendário de diversos países.

Que a cerveja é uma das bebidas mais antigas e populares do mundo, não há dúvidas. Mas, melhor do que beber uma boa cerveja, é saber harmonizá-la da maneira correta.

Os sabores das cervejas são extremamente variados e, portanto, podem combinar com os mais diferentes sabores. Mas como fazer para escolher a bebida certa para cada prato?

O objetivo é que a experiência da degustação dos dois juntos seja melhor do que quando eles são consumidos separadamente, e que se possa chegar até mesmo a um terceiro sabor, criado a partir dessa união.

Como dica geral, cervejas leves acompanham comidas leves, enquanto cervejas mais fortes, intensas e encorpadas harmonizam melhor com comidas mais pesadas e gordurosas.

Porém existem duas formas de harmonização: por contraste ou semelhança.

No primeiro caso, a harmonização apresenta dois paladares opostos, sendo um no prato e outro na cerveja: doce com salgado ou amargo com doce, por exemplo. Já a harmonização por semelhança, os dois elementos em comum entre a cerveja e o prato são destacados, como, por exemplo, cerveja de malte caramelo com um doce que leva caramelo; ou cerveja cítrica com um prato cítrico. O corpo da cerveja e a intensidade do prato também precisam ser levados em consideração. Uma salada, por exemplo, harmoniza por semelhança com uma Pilsen, já que tanto o prato quanto a cerveja são leves e neutros, o que proporciona um equilíbrio onde o prato não apaga a cerveja, e nem o contrário.

Cervejas escuras, que normalmente têm um sabor mais tostado e algumas vezes mais adocicado, combina bem com os sabores das comidas bem assadas ou grelhadas. Um exemplo são as Stouts, que apresenta amargor agradável, com aromas e sabores de café expresso e chocolate. Variam bastante de teor alcoólico e corpo, mas são ideais para combinar com sobremesas à base de café e à base de chocolate, principalmente os amargos, como brownies, tortas e o chocolate em si.

Entre as cervejas de alta fermentação, ou Ale, por exemplo, um dos estilos de maior destaque é o Weizen ou Weiss, a cerveja de trigo. Combina muito bem com saladas leves, peixes brancos grelhados, frutos do mar, aves e queijos suaves, como minas e brie.

Mas não se preocupe, tais diretrizes servem apenas como orientação na busca por essa incrível experiência que é a harmonização. Aproveite a data para juntar amigos e saborear as maravilhas da cerveja!

 



Topo