Zona Norte

Encontro discute futebol de várzea do Campo de Marte

O projeto de um parque municipal na área do Campo de Marte, anunciado em agosto pela Prefeitura, divide opiniões. Enquanto uns celebram mais um espaço de lazer, outros o consideram desnecessário, já que a região possui outros parques no entorno.

Porém, uma coisa é incerta: o que vai acontecer com os times de várzea que jogam nos vários campos de futebol que serão incorporados à área do Parque Campo de Marte?

Para debater o assunto, além de falar da história da várzea em São Paulo, o Museu do Futebol, localizado no Estádio do Pacaembu (Praça Charles Müller, s/no) promove neste sábado (25/11) o terceiro encontro do ciclo Histórias da Várzea: o Futebol Amador Na Cidade de São Paulo. O último debate vai abordar temas como o papel das instituições acadêmicas (universidades, faculdades, entre outros) e do próprio Museu, na preservação da história do futebol de várzea. O encontro será das 9h às 13h.

Espaço abriga times há cerca de 60 anos

Diante das polêmicas que envolvem a cessão de 20% do terreno do Campo de Marte – que também abriga diversos clubes e campos de várzea há cerca de 60 anos, além de conservar parte de vegetação da Mata Atlântica –, a otimização do espaço, bem como sua relevância histórica ao futebol de várzea, também serão alguns dos temas em discussão no ciclo.

Leia mais: Campo de Marte: clubes da várzea discutem privatizações e novo parque

Estão confirmadas as presenças do pesquisador Raphael Rajão, que vai contar a experiência vivida em Belo Horizonte com os times de várzea; representantes do Centro de Referência do Futebol Brasileiro (CRFB), área do Museu do Futebol responsável pelos acervos e pesquisas da instituição; e os pesquisadores Raphael Piva e Enrico Spaggiari, da Universidade de São Paulo (USP). O jornalista Diego Viñas será o responsável por falar da história dos times que jogam na área do Campo de Marte, e vai conversar com representantes das equipes.

Leia mais: Prefeitura detalha projeto do Parque Campo de Marte

Para Walmir Mello, Diretor de Marketing da Associação dos Clubes Mantenedores do Complexo Esportivo do Campo de Marte, “a oportunidade de estarmos realizando esses encontros é preciosa para darmos visibilidade à várzea e a toda cultura e sociabilidade que a constitui, possibilitando aproximar pessoas e engajar a população e os próprios varzeanos em sua história, nas questões atuais que circundam a conservação das áreas dedicadas à prática do nosso futebol e, enfim, na história da própria cidade de São Paulo”, afirma.

A participação ao debate é gratuita, com inscrição por meio do site www.sympla.com.br. Quem não puder comparecer, poderá acompanhar a transmissão ao vivo no YouTube do Museu do Futebol (youtube.com/museudofutebolspaulo).

fotos: Divulgação/Museu do Futebol



Topo