Zona Norte

Zona Norte ganha Aplicativo de “Denúncia Animal”

Por meio do aplicativo, qualquer cidadão pode fazer uma denúncia se considerar que um animal está sendo maltratado

O que dizer diante da crueldade contra seres indefesos? Cada vez mais, a ciência comprova que os animais são seres conscientes e sencientes, ou seja, têm sentimentos e são capazes, entre outras coisas, de sofrer e sentir dor, assim como os seres humanos. Portanto, é inaceitável que sejam maltratados, abandonados ou, até mesmo, usados em brigas e rinhas.

Nos últimos tempos, registros de maus-tratos aos animais têm aumentado, talvez não somente porque os casos em si se agravaram, mas porque as pessoas estão mais cientes de como denunciar as agressões, e isso é uma boa notícia.

Melhor ainda quando a tecnologia se torna uma grande aliada para ajudar no combate a esse crime. No dia 19 de julho foi lançado na Zona Norte, o aplicativo “Denúncia Animal”, onde qualquer pessoa, ao flagrar situações de maus-tratos, pode (e deve) denunciar.

O idealizador do projeto é um vereador na cidade de Americana-SP, Guilherme Tiosso, conhecido por suas lutas em defesa aos animais. Para o lançamento do aplicativo aqui na Zona Norte, Tiosso realizou parceria com outro militante da causa animal, o Delegado Bruno Lima, que receberá as denúncias.

O app Denúncia Animal SP – Zona Norte é uma ferramenta gratuita e foi desenvolvida pelo Projeto Tiosso de Apoio aos Animais, que utiliza a prerrogativa da Lei Federal no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, Art. 32:

“Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos. Pena: detenção, de três meses a um ano, e multa; além de leis municipais em vigor, onde este aplicativo estiver operando”.

Para ter acesso ao aplicativo é simples: basta ir ao play store ou apple store e procurar pelo app “Denúncia Animal SP-Zona Norte”. O aplicativo é fácil de usar e permite que, além do relato da denúncia, o usuário possa fotografar ou filmar a situação de maus-tratos. Imediatamente, a denúncia é encaminhada à equipe do Delegado Bruno, que tomará as providências cabíveis.

Segundo Tiosso, o aplicativo já funciona em outras cidades da Grande São Paulo e os resultados têm sido bastante satisfatórios. É mais uma ferramenta que vem para ajudar no combate a esse tipo de crime.

Caso você presencie qualquer forma de maus-tratos contra os animais – domésticos, silvestres ou exóticos –, não hesite em denunciar. A vida e o bem-estar desses seres indefesos está em nossas mãos. Seja pelo aplicativo, seja por outros meios, o importante é não se calar. Denunciar é um ato de cidadania.

Entidades especializadas no combate aos maus-tratos também podem ajudar nesse tipo de situação. Se preferir, procure a delegacia de polícia mais próxima e denuncie fazendo um boletim de ocorrência ou vá à Promotoria de Justiça do Meio Ambiente. Na Grande São Paulo, é possível ligar para o Disque-Denúncia voltado para animais (ramal do 181), ou no site da Delegacia Eletrônica de Proteção Animal – DEPA, no endereço: www.ssp.sp.gov.br/depa, onde as pessoas de todo o Estado podem fazer denúncia pela internet e até pelo celular. É a proteção animal se beneficiando do desenvolvimento tecnológico.

Maus-tratos são caracterizados por qualquer atitude que não esteja ligada ao bem-estar do animal. Confira abaixo quais atitudes são essas:

  • abandonar;
  • espancar, mutilar e envenenar;
  • manter preso permanentemente em correntes;
  • manter em locais pequenos e anti-higiênicos;
  • não abrigar do sol, da chuva e do frio;
  • deixar sem ventilação ou luz solar;
  • não dar água e comida diariamente;
  • negar assistência veterinária ao animal doente ou ferido;
  • obrigar a trabalho excessivo ou superior a sua força;
  • capturar animais silvestres;
  • utilizar animal em shows que possam lhe causar pânico ou estresse;
  • promover violência, como rinhas de galo, farra do boi, entre outros.


Topo